quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Semana de Biologia UFRPE



terça-feira, 26 de novembro de 2013

Aprendendo Evolução

O site do Instituto de Biociências da USP possui uma apresentação interativa sobre o ensino e aprendizado de evolução.


Fonte: Instituto de biociências via Nomes Científicos no Face

domingo, 24 de novembro de 2013

Febre Amarela

O ministério da saúde e a Fundação nacional da saúde, FUNASA, publicou um Manual de Vigilância Epidemiológica de Febre Amarela que pode ajudar os estudantes da área de saúde de maneira geral.



sábado, 23 de novembro de 2013

Recife inicia campanha contra sarampo na próxima segunda-feira (25)

A campanha de vacinação do Recife contra o sarampo inicia na próxima segunda-feira (25) e vai até o dia 6 de dezembro. A prefeitura pretende vacinar 92 mil crianças e começa atendendo os 15.650 alunos das 71 escolas do ensino fundamental da rede municipal. A partir desta data, 165 postos de vacinação atenderão a população recifense. Crianças a partir de 6 meses devem se vacinar.

O Dia D da campanha será no sábado (30) e além dos 165 postos fixos, estarão funcionando outros 36 volantes, totalizando 205 postos. Recife está entre as cidades priorizadas pelo Ministério da Saúde para iniciar a campanha, pois a capital pernambucana teve 63 notificações da doença, sendo confirmados 19 casos. O tipo do vírus do sarampo que esta circulando pelo Recife, segundo o Ministério da Saúde, também está presente em países como Inglaterra, China e Estados Unidos. A elevada incidência de casos nesses países, aliado ao fato de o Brasil sediar grandes eventos, mostra a necessidade da vacinação. Por isso, está sendo organizada a segunda campanha extraordinária de vacinação. Entre 27 julho e 30 de agosto deste ano, as vacinas foram distribuídas pelo País.

A prevenção do sarampo deve ser feita através de vacinação. As vacinas tríplice viral estão disponíveis durante todo o ano nos postos de saúde. As crianças a partir dos 6 meses já podem receber a imunização.

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Jorge Ben Jor - Spyro Gyro



Spyro Gyro
Jorge Ben Jor



Spyro Gyro é Spyro Gyro
É Spyro Gyro
É um bichinho bonito
Verdinho que dá na água
É um bichinho bonito
Verdinho que dá na água

Que plâncton é esse?
Que plâncton é esse?
É Spyro Gyro, é Spyro Gyro
Que plâncton é esse?
Que plâncton é esse?
É Spyro Gyro, é Spyro Gyro

Spyro Gyro é Spyro Gyro
É Spyro Gyro
É um bichinho bonito
Verdinho que dá na água
É um bichinho bonito
Verdinho que dá na água

Você sabe o que é um plâncton?
Um plâncton é uma alga
De água doce ou de água salgada
Mas o Spyro Gyro é doce
Doce, doce, doce, doce de água doce

Spyro Gyro é Spyro Gyro
É Spyro Gyro
É um bichinho bonito
Verdinho que dá na água
É um bichinho bonito
Verdinho que dá na água

Um encontro amoroso
Do zigoto masculino com o gameta feminino
Formam novas células, um fio vegetal
Brilhoso e esverdeado, igual à cor da esperança
Igual à cor da esperança

Spyro Gyro é Spyro Gyro
É Spyro Gyro
É um bichinho bonito
Verdinho que dá na água
É um bichinho bonito
Verdinho que dá na água

Observando a letra de Jorge Ben Jor podemos apontar alguns erros e acertos em relação a biologia, reprodução e taxonomia das algas verdes Chlorophytas representadas na letra da música pelo gênero Spirogyra.

  • Quais são os acertos?
  • Quais são os erros?
  • Deixe o seu comentário!!

O que é Aids e HIV?

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

1º Circuito FAFIRE Passeio Ciclístico


Tuberculose

Aqui temos dois materiais sobre tuberculose produzidos pelo Ministério da Saúde.

Primeiro é um Manual de Recomendações para o Controle da Tuberculose no Brasil que retrata o diagnóstico, tratamento, relação da tuberculose com HIV e tabagismo entre outras abordagens.

O segundo faz uma abordagem mais profunda e detalhada retirada do Guia de Vigilância Epidemiológica com destaque para o diagnóstico, aspectos clínicos laboratoriais e epidemiologia.




domingo, 17 de novembro de 2013

Hepatites Virais: o Brasil está atento

Material produzido pelo Ministério da Saúde sobre hepatites virais.


Apostila de Microbiologia e Parasisitologia (Prof. Fernando Santiago)

Esse semestre estou me aprofundando em Microbiologia e Parasitologia dando aulas no curso técnico de enfermagem e dentre minhas pesquisas na internet achei esse material específico para o pessoal da enfermagem no site do professor Fernando Santiago dos Santos. Segue o link para quem possa interessar.


http://www.fernandosantiago.com.br/mbplan.htm

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Simuladores científicos

Durante as aulas da professora Drª. Patrícia Smith na disciplina de mobile learning e games na EDUMATEC foi compartilhado um site de simuladores o PhET Interactive Simulations que possuem simulações de várias disciplinas de ciências naturais como física química e é claro biologia, sobre os mais variados conteúdos disciplinares.


Os simuladores são uma forma interativa de ferramentas que podem ser inserida nas aulas de ciências, desenvolvendo a autonomia do aprendizado do estudante (com a mediação do professor) com a resolução de problemas através da tomada de decisões. A exemplo disso temos o simulador de seleção natural onde se pode manipular as mutações (cauda, dentes e cor do pelo), fatores da seleção como comida e predadores, fatores ambientais (clima do equador ou ártico) para observar o que vai acontecendo com a população de coelhos ao longo do tempo.


Essa ferramenta poderá auxiliar na construção de conceitos importantes para a compreensão da evolução como seleção natural e mutação, ainda auxiliando a problematização e o desenvolvimento da autonomia do educandos.

domingo, 10 de novembro de 2013

Aula prática de Biologia (Mollusca/Cephalopoda)

As aulas práticas de biologia, ou de qualquer outra disciplina, através da utilização de peças naturais, artificiais ou modelos digitais são ferramentas fantásticas para despertar o interesse dos alunos e contribui sobremaneira para com a aprendizagem do estudante.

Nessa aula sobre moluscos, mais precisamente sobre a classe Cephalopoda  o procedimento e os materiais são relativamente simples




Materiais:

  • Luvas de procedimento
  • Bisturi nº3
  • Uma bandeja
  • Material bibliográfico com imagens da anatomia dos animais
Procedimento

O objetivo dessa prática é observar a morfologia interna e externa de um polvo ou uma lula. Para isso será necessário fazer uma incisão com o bisturi, cortando o manto e revelando a massa visceral do molusco, para identificação e classificação de suas funções de maneira generalizada.

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

LactoRun - Colégio de Aplicação UFPE

Em uma das minhas andanças e aulas no EDUMATEC/CE UFPE tive o prazer de conhecer o LactoRun através da professora Drª. Kátia Aquino que é uma ferramenta desenvolvida por alunos do Colégio de Aplicação da UFPE e é uma inovação tanto no sentido tecnológico em aplicação nos esportes, como um incentivo a interdisciplinaridade como ferramenta educacional.

LactonRun é uma ferramenta alternativa, desenvolvida em Java, para a medição indireta da Máxima Fase Estável de Lactato (MFEL) após esforço físico, que pode ser utilizada diretamente pelo professor nas aulas de Educação Física. Os estudantes também podem coletar seus próprios dados e acompanhar sua performance diante das atividades de Educação Física propostas ou escolhidas, pois o programa também foi desenvolvido para a plataforma Android.

Esse projeto é uma produção científica tanto na área de inovação tecnológica (aplicativo) quanto sobre o ponto de vista de ferramenta educacional pensado, desenvolvido, publicado e premiado por alunos do Ensino Médio. Esse grande feito, no meu ver, deveria se tornar uma vertente de pensamento, uma meta para as séries finais do ensino básico. Um dos grandes problemas no ensino médio (o seu nó) é a falta de uma estrutura (física, organizacional) para o desenvolvimento de atividades técnico/científico que auxiliem os jovens a uma preparação tanto para o mercado de trabalho como para o aprofundamento da produção científica na universidade.

Esse projeto integra as ideias de desenvolvimento/aplicação tecnológica (desenvolvido do aplicativo) iniciação científica (pesquisa científica), interdisciplinaridade pois o conhecimento/ferramenta pode ser utilizado por professores de biologia nas aulas de bioenergética (ciclo de Krebs) e pelo professor de educação física e também é abordado pela ótica da aprendizagem móvel (sistema Android) para a execução da ferramenta.  

O trabalho de Marcelo Simões e Ricarth Ruan sob a orientação da profª. Kátia é um exemplo a ser seguido e uma prova que sim, nós podemos desenvolver a iniciação científica no ensino básico, sim nós podemos desenvolver tecnologia, sim nós podemos ser interdisciplinares em Pernambuco, no Brasil.



 Poster apresentado no 5º Simpósio Hipertexto e Tecnologias na Educação





Hanseníase

A hanseníase ainda é uma doença que causa preconceito para com seus portadores. Todos os esforços serão sempre louvados para o diagnóstico e tratamento dessa doença bacteriana (Mycobacterium leprae). Segue o link para um atlas de hanseníase escrito por Diltor Vladimir A. Opromolla
e Somei Ura  que poderá ajudar os profissionais de saúde de maneira geral.